segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Rockn Roll Decades


Como não poderia deixar de ser, a história do rock começa com um grito: o grito do negro, que veio para a América como escravo e influenciou a sociedade norte-americana com a sua musicalidade. Em fins de 1950, nos Estados Unidos, a chamada “geração silenciosa”, marcada pelo fim da Segunda Guerra Mundial, viu-se frente a um ritmo até então desconhecido, derivado da sonoridade de um povo marginalizado. 

O primeiro grito negro cortou os céus americanos como uma espécie de sonar, talvez a única maneira de fazer o reconhecimento do ambiente novo e hostil que o cercava. À medida que o escravo afundava na cultura local - representada, no plano musical, pela tradição européia – o grito ia se alterando, assumia novas formas.(MUGGIATI, 1973, p. 8)

Antes de definir o rock, é preciso considerar o nascimento do blues - resultado da fusão entre a música negra e a européia. Este ritmo se encontra nas raízes musicais dos primeiros artistas de rock e sua denominação decorre da palavra “blue”, que em língua inglesa também significa “triste”, “melancólico”. Assim, essa nova música “doce-amarga” se transformou na principal base para a revolução sonora da década de 50. 

Deste ponto em diante as evoluções, variações e sub-divisões continuaram (e continua) a cada década...confira:
50s - Little Richards - Lucille
50s - Chuck Berry - Roll Over Beethoven
60s - Gene Chandler - Duke Of Earl
60s - Del Shannon - Runaway
70s - Creedence Clearwater Revival - Susie Q
70s - Led Zeppelin - Whole Lotta Love
80s - Echo And The Bunnymen - Nothing Lasts Forever
80s - The Cult - Revolution
90s - Radiohead - Creep
90s - Sonic Youth - Sugar Kane
00s - Interpol - Not Even Jail
00s - Strokes - 12:51
Esta atualização estava esquecida em 2009.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

SHOEGAZERS 2


Vamos acompanhar a última atualização de 2014 com mais um Shoegazer, um estilo de Rock que surgiu ao sul da Inglaterra no fim dos anos 80. O estilo shoegazer surgiu da postura de palco dos shoegazers, que durante os shows ficavam em seu mundo particular, os músicos boa parte do tempo olhando para baixo sem encarar o público (ou "olhando para os sapatos e pedaleiras" e daí shoegazer). Sonoridade marcada pela distorção, guitarras barulhentas e poderosas.
Com um pouco de Dreampop com vocais etéreos e contidos criando um contraste entre melodias delicadas e o vigor e peso das distorções e efeitos.
Encerrando com a ótima banda synthpop Lust for Youth.
Acompanhe um pouquinho disso tudo agora.
Underground podcast, boa música sempre...(de quem gosta, claro).
Agradecimentos:
Thank you:
Shauna McLarnon
Alex Kretov
Sean Blue Soap-Music
Luciano Oliveira
01 - Ummagma - Human Factor
02 - Sounds of Sputnik - Astronomical Summer
03 - Cocteau Twins - Cherry-Coloured Funk
04 - The Jesus And Mary Chain - Head On
05 - Swoon 23 - Here We Come
06 - Beach House - Myth
07 - Half String - Hue
08 - Golden Gardens - Pale Shelter
09 - Lust for Youth - New Boys

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

80s POPS

Uma década pop com certeza, uma época com algumas dificuldades...quem viveu essa década lembra da revista Bizz, nas Letras Traduzidas, que você cantava tudo errado, mas já era tarde, pois você já tinha decorado errado (e canta errado até hoje).
Você descobria que todas as 36 fotos do seu aniversário tinham ficado desfocadas.
Sua fita melhor fita k7 mastigada pelo toca fitas e emendar com durex era a solução...
Seu vinil riscar na melhor música... 
Ficar na balada até o sol raiar pois ninguém da turma tinha carro...
Enfim, vamos acompanhar essas 8 músicas bem manjadas mas são hits que muitos amam até hoje.
Underground podcast, boa música sempre.
01 - The Twins - Face To Face Heart To Heart
02 - Lindsey Buckingham - Trouble
03 - The Police Vs The Romantics - Losing You In My Sleep
04 - A-Ha - Take On Me
05 - Gary Numan - Cars
06 - Alice Cooper - Clones (We're All) - 1980
07 - O.M.D - Enola Gay
08 - Human League - Don't You Want Me

sábado, 29 de novembro de 2014

VIAGEM SONORA 2

 Reunindo alguns clássicos, verdadeiras viagens sonoras, a música acessando remotos lugares na mente para relembrar e curtir, vamos lá? Clique no play e curta. Underground Podcast, boa música sempre.
01 - The Jesus and Mary Chain - Deep One Perfect Morning
02 - Echo and the Bunnymen - The Killing Moon
03 - The Smiths - There is A Light That Never Goes Out
04 - The Cure - Pictures of You
05 - The Sisters of Mercy - Marian
06 - Siouxsie And The Banshees - You're Lost Little Girl
07 - Cocteau Twins - Lazy Calm
08 - Orchestral Manoeuvres In The Dark - Statues
09 - Dead Can Dance - Rakim

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

E.B.M - Eletronic Body Music

  ”E.B.M”, a primeira vez que se ouviu esse termo foi numa música do Kraftwerk definindo o som de Trans-Europe Express, quebrando qualquer dúvida da paternidade do termo, que Luc Van Acker chegou a reivindicar como seu, mas o Kraftwerk já havia mencionado pelo menos uns 4 anos antes do Front 242 e do A Split Second existirem.

Enfim, o Electronic Body Music, ou melhor, o E.B.M, apesar de ter se popularizado com essa abreviação de seu nome nos anos 80, já nos 70 algumas bandas de synthpop produziam uma sonoridade experimental muito próxima ao que se convencionou chamar de E.B.M nos 80, como o caso do Human League, que demonstra isso claramente em seu primeiro álbum, o Reproduction, com introdução de elementos eletrônicos sombrios e batidas pesadas, fazendo o primeiro disco de uma banda inglesa a dispensar formalmente o uso de guitarras, o que foi completamente revolucionário para a época. Ou seja, mais uma vez devemos ressaltar a importância do Human League na história da música, já que não foram apenas as grandes bandas de Synthpop que foram influenciadas por eles no decorrer das décadas. Outra influência que podemos citar é o Telex, a primeira banda eletrônica da Bélgica, com uma sonoridade extremamente baseada no Kraftwerk, e que contribuiu bastante para o surgimento do E.B.M em seu país.

E falando em Bélgica, foi lá onde surgiram as primeiras e principais bandas desse maravilhoso estilo, Front 242, A Split Second, Neon Judgement, Klinik etc...e claro, espalhando a febre por todo o mundo com inúmeros grupos, Tribantura, C.C.C.P., Bigod 20, Nitzer Ebb, Abfarth, Invincible Limit, Mysterious Art, Signal Aout 42, Skinny Puppy, Front Line Assembly, Umo Detic, Microchip League, Cassandra Complex, Weathermen, Borghesia, Vomito Negro, entre muitas outras. O sucesso foi tão grande que até aqui em terras nacionais surgiu uma das melhores bandas de E.B.M. e Synthpop de todos os tempos, o Tek Noir, produzido pelo mesmo produtor de Cabaret Voltaire, outra grande referência que serviu de base para as bandas de E.B.M.
01 - Front 242 - Back Catalogue - Don't Crash
02 - Clock DVA - Sound Mirror
03 - DAF - Co Co Pino
04 - The Rorschach Garden - Clones
05 - P A L - Das Gelobnis
06 - Tribantura - Lack of Sense
07 - Front 242 - Welcome to Paradise (EDOBOT CLUB RMX)
08 - And One - Military Fashion Show
 

domingo, 9 de novembro de 2014

MADRUGADA


"Quando eu for, um dia desses,
Poeira ou folha levada
No vento da madrugada,
Serei um pouco do nada
Invisível, delicioso


Que faz com que o teu ar
Pareça mais um olhar,
Suave mistério amoroso,
Cidade de meu andar
(Deste já tão longo andar!)


E talvez de meu repouso..."
(Mario Quintana)

No silêncio da madrugada a cidade dorme, mas para aqueles que estão acordados segue uma sugestão de trilha sonora como companheira...separei aqui 8 músicas pois aqui, a boa música toca sempre.

O que há de mais tarde do que a madrugada? Mas não será a madrugada o alvorecer de um novo dia?
(Cicero)

01 - Cocteau Twins - Pearly-Dewdrops' Drops
02 - Kirlian Camera - Ascension
03 - This Ascension - Isabella
04 - Siouxsie and The Banshees - Arabian Knights
05 - The Cruxshadows - Here Comes The Rain again
06 - Psyche - Good-bye Horses
07 - The Frozen Autumn - Guardian Angel
08 - Clan Of Xymox - Crucified


sábado, 1 de novembro de 2014

BEFORE MIDNIGHT

Cada dia que passa, esse é único...bom ou ruim ele passou, nunca mais voltará...foi cansativo? Separei aqui 7 músicas numa pegada mais "indie" para relaxar na medida do possível.
Alice: Quanto tempo dura o eterno?
Coelho: As vezes apenas um segundo.
(Alice no País das Maravilhas)
Lewis Carroll 
01 - DeVotchKa - How It Ends
02 - Emiliana Torrini - Fisherman's Woman
03 - The Veils - Vicious Traditions
04 - Sigur Ros - The Nothing Song
05 - Jamie Cullum - Gran Torino
06 - The Invisible Hands - Black blood
07 - Keane - Love Is The End 

sábado, 25 de outubro de 2014

P U N K !!!


Entre 1986 a 1988 conheci e participei do movimento punk, fase de liberdade de expressão e acreditar na anarquia, andava com uma molecada sem emprego (fase de exército só os bicos eram o que restavam), amigos morreram em brigas, enfim, foi uma fase interessante e intensa!!
Vamos acompanhar essa atualização com um pouco do som punk. Separei nove músicas, para quem gosta...dá um play, se você não gosta...paciência, pois não há como agradar Jedis e Siths, beleza? Underground Podcast, boa música sempre.

"Anarquista é, por definição, aquele que não quer ser oprimido, nem deseja ser opressor; é aquele que deseja o máximo bem-estar, a máxima liberdade, o máximo desenvolvimento possível para todos os seres humanos".
Errico Malatesta
01 - Ramones - She's A Sensation
02 - Clash - Police and Thieves
03 - The Dead Kennedys - Holiday in Cambodia
04 - Tones On Tail - Go!
05 - Abwärts - Computerstaat
06 - Colera - Que vergonha
07 - Os Replicantes - Festa Punk
08 - The Clash - Train In Vain
09 - Ramones - I Just Want To Have Something To Do

domingo, 28 de setembro de 2014

WAKE UP !!


Neste despretensioso e simples podcast não quero despertar a consciência de ninguém, visto que o local e tema seria outro, bem como as músicas também...é claro que muitos despertam com outras sonoridades, mas reuni aqui algumas que costumam me acompanhar naquela manhã sonolenta e claro...com uma big xícara de café que ajuda e muito!!!
Tenha um Bom dia e abra seus olhos!!!
"Nada adormece completamente, só precisa da canção certa para despertar"
Marco A. Gatti Junior
01 - Pulp - Common People
02 - Tocotronic - Jackpot
03 - Franz Ferdinand - Sexy Boy (Air Cover)
04 - Snow Patrol -  Wow
05 - The Strokes- Between Love & Hate
06 - Interpol - Leif Erikson
07 - Autumn's Grey Solace - Cloudburst
08 - Duran Duran vs The Clash - Casbah Girls
09 - The New Pornographers- Bleeding Heart Show

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

C O L D S


O Coldwave, estilo francês de pós-punk e ao começo do darkwave dos anos 80, acompanhe algumas bandas e sonoridades.
"A forma do mundo em que o homem nasceu já está dentro dele como imagem virtual."
(Carl Jung)
Nessa atualização:
01 - Norma Loy - Romance
02 - Opera Multi Steel - Jardin Botanique
03 - Trisomie 21   The Last Song
04 - Nine Circles - What's There Left
05 - OPERA MULTI STEEL - Un Froid Seul
06 - Collection d'Arnell Andréa - Automne Et Long Silence
07 - KAS PRODUCT - Never Come Back
08 - Poesie Noire - Fait Accompli
Set list: Monica Gahany
Edição: Maurilio Santos
Todos direitos autorais foram mantidos.
All copyrights are retained.

sábado, 30 de agosto de 2014

PRIMÓRDIOS


A mente humana em sua capacidade incrível de pensar, criar e executar uma série de idéias, impulsiona o indivíduo a encontrar outra mente semelhante e juntos buscam uma terceira ou quarta, numa miscelânea de ideias e propósitos e deste encontro nasce uma música, a música inicial ou algumas delas, apresentando à vários indivíduos a sonoridade que agrada a estes...mas lembrando...toda música parte de uma ideia...lá nos primórdios...

"Para ganhar conhecimento, adicione coisas todos os dias. Para ganhar sabedoria, elimine coisas todos os dias."
Lao-Tse

01 - Duran Duran - Is There Something I Should Know
02 - Depeche Mode - The Sun and the Rainfall
03 - Soft Cell- Torch
04 - New Order - Sub-Culture (Razormaid Mix Version 3.0)
05 - Kraftwerk - The Model
06 - David Bowie - Heroes
07 - Simple Minds-  Someone Somewhere In Summertime
08 - INXS - The One Thing
09 - Depeche Mode - New Life (Kaiser Masters The Bleep Remix)
Set list: Keli Okama
Edição e abertura: Maurilio Santos

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

MUSIC DON´T STOP


Atualizando em um set mais brando...pra relaxar e esquecer as mazelas do decorrer dos dias...sem estilos definidos vamos curtir um pouco de:
01 - CHROMATICS - LADY
02 - Ladytron - Discotraxx (KCRW 2009)
03 - CAMERA OBSCURA - Eighties Fan
04 - Nouvelle Vague - The Killing Moon
05 - Nada Surf - Where Is My Mind
06 - Sixpence None the Richer - Kiss Me
07 - Phantogram - When I'm Small
08 - DeVotchKa - How It Ends

Abraços aos amigos e amigas que fiz no decorrer destes anos com esse modesto espaço, vamos continuando pois...a música não para!!

Eu recomendo a ótima rádio online Retroactivity...24 horas do melhor da música eletrônica com ótima programação e programas especiais durante a semana, acesse:

http://www.retroactivityradio.com/

terça-feira, 22 de julho de 2014

Z E N S O R


03 de fevereiro de 1990, precisamente na Av. Gilda com Av. Pereira Barreto em Santo André (SP), funcionava a 97,7 FM com programação voltada ao Rock, nesta data iniciava uma exceção aberta para um programa com música eletrônica  e rock indie (inicialmente), com um nome estranho ZENSOR.
Iniciado o primeiro programa com a banda TAD e a música Benemoth, o Dj Eneas Neto e seu parceiro Bola apresentaram até 27/11/1994, nada mais que 2.542 músicas, onde aguardávamos com nossas fitinhas K7 a gravação dos programas. Minimal, Coldwave, Ethereal, EBM, Darkwave, Industrial, enfim muitos estilos que fomos conhecendo ao passar destes anos, hoje ficaram as lembranças e a sonoridade daquela época bacana que vamos acompanhar uma faísca com 9 sons "old school" de bandas que tocaram no programa.
Vida longa ao ZENSOR!!
01 - Fad Gadget - Lady Shave
02 - DAF - Co Co Pino
03 - Nine Circles - Mercy
04 - Poesie Noire - Pity For The Self
05 - Signal Aout 42 - Carnaval 
06 - Vomito Negro - No Hope No Fear
07 - Nitzer Ebb - Join In The Chant
08 - Kraftwerk - It s More Fun To Compute -Thodoris Triantafillou
09 - A Split Second - Flesh (abertura)
Tema de abertura disponibilizada por Eneas Neto na comunidade Eu Ouvia O Zensor
Voz: Priscila Iogolia
Edição som: Maurilio Santos

sexta-feira, 4 de julho de 2014

D A N C E R S

A música eletrônica tem um pai: Kraftwerk...considerado por alguns como tão influentes quanto os Beatles por sua participação na música popular da segunda metade do século XX, as técnicas introduzidas e os equipamentos desenvolvidos pelo Kraftwerk é geralmente considerado como precursor de toda a dance music moderna de modo geral.
Também não devemos esquecer os grandiosos Depeche Mode, New Order, Daft Punk, outros gigantes da música eletrônica que atravessaram décadas com seus hits incendiários...então...aumente o volume e arraste os móveis e dance com esses hits e mash-ups!!
Curta também: 
https://www.facebook.com/retroactivityradio
http://www.retroactivityradio.com/
https://www.facebook.com/GeekMundiBr
01 - Steve Lawler & Detlef - Work it to the Bone (2013 Rework)
02 - Miss Kittin VS. Tragic Error - Klatsche In Die Hände In The Silver Screen (Dan Neto Mash-Up Mix)
03 - Hi-Gate - Pitchin' (In Every Direction)
04 - Confetti's - C in China
05 - Depeche Mode - World In My Eyes (Razormaid Remix)
06 - Daft Punk vs New Order - Da Funk Blue Monday remix
07 - New Order vs Depeche Mode vs Daft Punk -  (Sterbinszky and Coddie Mashup)
08 - Jefferson Airplane vs Fatboy Slim - Somebody To Praise (lobsterdust mashup)
09 - The Beatles vs Joan Jett vs Cypress Hill vs House of Pain vs RATM - Mash Together - Mashup by FAROFF
10 - Jaydee - Plastic Dreams

quinta-feira, 19 de junho de 2014

80s WHO DOES?


Os anos 80 foram marcados como a década musical sem igual, nesta década surgiram e (desapareceram também) inúmeras bandas e cantores, muitos estilos surgiram e hoje vamos acompanhar sete músicas que ficaram muito conhecidas naquela década, bem, quanto a moda ai é um capítulo a parte pois era muito estranha e não vem ao propósito deste podcast. Numa pegada mais pop, clique no play e relembre essas...pois aqui a boa música é sempre (para quem gosta é claro).
"A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende".
Arthur Schopenhauer

01 - Fiction Factory - Feels Like Heaven
02 - OMD- If You Leave
03 - Alphaville - Sounds Like A Melody
04 - A Flock Of Seagulls - Wishing
05 - Naked Eyes- Always Something There To Remind Me
06 - Electricity - OMD (M.N.L.A.M.H. Edit)
07 - The Electronic Circus Direct Lines 1981

domingo, 8 de junho de 2014

PORÃO


Nos porões da noite paulistana, iluminados por luz de velas, o odor característico de lugar fechado e som, muito som: Darkwave, Coldwave, Minimal Synth, enfim, a noite era pequena para tanta música de qualidade (para quem gostava claro...)encontrar amigos no fim de semana (telefone era pra rico)contar o que aconteceu na semana, bebida barata e bom papo era o início...na pista esqueciam das mazelas do mundo por um instante e dançavam até cansar (ou a garganta secar)...underground podcast...boa música sempre!
01 - X Mal Deutschland - Incubus Succubus II
02 - Cosmetics - The Cries
03 - Vita Noctis - Engaged
04 - Lebanon Hanover - Stahlwerk
05 - Agrimensor K - Principio Y Fin
06 - Minny Pops - Time
07 - Nine Circles - What's There Left
08 - Volv Unicon - Cold Blessing
09 - Cabine C - Fósforos de Oxford
     (Abertura e encerramento)
Voz:      Ly Gore
Edição: Maurilio Santos
"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música".
Friedrich Nietzsche

sábado, 31 de maio de 2014

ATMOSFERA SONORA


Em 1935 o filósofo Bertrand Russell escreveu O Elogio ao Ócio, onde ele depositava suas esperanças no desenvolvimento tecnológico com o pensamento que uma jornada de trabalho duraria apenas quatro horas para que todos possam ter acesso também aos estudos e à diversão, fazendo destas atividades uma síntese inovadora e fecunda. A tese central de Russell é que o trabalho não é o principal objetivo da vida. Se fosse, as pessoas gostariam de trabalhar. Sua esperança foi por água abaixo quando os empresários perceberam que poderiam lucrar mais com a otimização do tempo com as máquinas.
Hoje repentinamente surgem novas tecnologias capaz de otimizar nosso tempo, porém com algum tempo livre as pessoas agregam outras atividades e o corpo no dia a dia esgotado e cansado percebemos: como estou cansado...portanto, desligue-se um pouco dessas atividades e preste atenção nesta sequência relaxante com essa Atmosfera Sonora.

"O tempo passa depressa demais e
a vida é tão curta. Então — para que eu não seja engolido pela voracidade
das horas e pelas novidades que fazem o tempo passar depressa — eu cultivo um certo tédio. Degusto assim cada detestável minuto. E cultivo também o vazio silêncio da eternidade da espécie. Quero viver muitos minutos num só minuto."
Clarice Lispector

01 - Autumn's Grey Solace - Gondwanaland
02 - Lycia - Drifting
03 - Depeche Mode- Waiting for the Night
04 - Nouvelle Vague - Fade To Grey (Visage)
05 - Xmal Deutschland -  Drowned You
06 - Cocteau Twins - Eyes Are Mosaics
07 - Low - Words
08 - Scott Pilgrim VS. The World Soundtrack - Beck - Ramona
09 - Sonic Youth  - Superstar
10 - Death In Vegas - Girls (abertura)

sexta-feira, 16 de maio de 2014

AMAZING 80s

Anos 80. Musicalmente explodiu com vários estilos e vertentes musicais, pós-punk, darkwave, coldwave e vários outros.
Iniciamos com The Glove, em 1983 um projeto paralelo de Robert Smith do The Cure e Steven Severin da banda Siouxsie & The Banshees com o vocal de Jeanette Landray, com o único álbum Blue Sunshine.
Na sequência, temos Grauzone de Berna, Suiça, com o hit Eisbar (urso polar)em 1981, O single alcançou o # 12 na Alemanha e # 6 na Áustria.
Depois com os Alemães de Hamburgo, a Xmal Deutchland, com o hit Matador do álbúm Viva de 87, em 82 o grupo fazia a primeira parte de concertos do Cocteau Twins, na Inglaterra, e a gravadora deles a 4AD fecha um contrato com a banda.
O Kas Product com o hit Tina Town, é um duo eletrônico francês surgido na onda Coldwave.
Cocteau Twins, uma banda escocesa, criada no pós-punk, de influências góticas, dream pop e darkwave, que marcaram os anos 80, com o seu som melancólico e psicodélico, aclamados como os precursores do estilo ethereal.
Malaria! Foi uma banda eletrônica experimental de Berlim formada em 1981 por Gudrun Gut e Bettina Köster, ficaram conhecidas após alguns eventos com Nina Hagen.
Em The Abecedarians de Los Angeles, com o som pós-punk na ativa em meados da década de 1980, com a Factory Records . A programação dos instrumentos cabia a Chris Manecke (guitarra, vocais, teclados), Kevin Dolan (bateria) e John Blake (baixo). Eles eram especializados em reverberação pesados, synths impulsionados no som pós-punk.
The Smiths dispensa apresentações...a banda do líder Morrissey, formada em Manchester em 1982. Tendo como principal característica a parceria nas composições de Morrissey (vocal) e Johnny Marr (guitarras), a banda também incluía Andy Rourke no baixo e Mike Joyce como baterista. Os críticos consideram a banda como sendo a mais importante banda de rock alternativo a surgir nos anos 80. Lançaram quatro álbuns, várias coletâneas e diversos singles. Embora alcançado pouco sucesso comercial fora do Reino Unido nos seus anos de atividade, e nunca lançando um single que alcançasse o Top 10 na Inglaterra, a banda conquistou grande sucesso nos anos decorrentes, mantendo-se nas prateleiras das lojas até os dias de hoje. A banda encerrou suas atividades em 1987, negando várias propostas de uma eventual reunião.
Encerrando com The House Of Love, Formada em 1986, a banda ganhou destaque no Reino Unido como um dos principais indie rock band em 1988 e se separaram em 1993. A banda é mais conhecida por seu som de guitarra psicodélica detalhada e para os singles de sucesso " Shine On "," Christine " e "Destroy the Heart". Os membros mais conhecidos de The House of Love são cantor / compositor / guitarrista Guy Chadwick e vocalista / guitarrista apoio Terry Bickers , que eram o núcleo criativo da banda original até uma separação amarga em 1989 e que reformou a banda juntos em 2003.
01 - The Glove - Like an Animal
02 - Grauzone - Eisbaer
03 - Xmal Deutschland - Matador
04 - Kas Product - Tina Town
05 - Cocteau Twins - Lorelei
06 - Malaria - Your Turn to Run
07 - Abecedarians - Dinner
08 - The Smiths - Barbarism Begins at Home
09 - The House of Love - Love in a car
Abertura: The House of Love - Love in a car
All copyrights are held.

sábado, 12 de abril de 2014

D I S C O

Fugindo totalmente do propósito deste podcast, há quem goste e deteste a música DISCO, mas foi um evento de grande repercussão e vamos relembrar (ou conhecer)?
A era DISCO atingiu o auge com a abertura da casa Studio 54 – em Nova York – e com o lançamento do filme “Embalos de Sábado à Noite“, em 1977.
Época em que a DISCO se espalhou pelas rádios, gravadoras e discotecas. Representada por artistas como Donna Summer, Chic, KC & The Sunchine Band.
Já no Brasil tivemos até novela influenciada pela DISCO, “Dancing Days” era o nome da discoteca onde se passava toda a trama. Foi na pista de dança que a novela mostrou a moda e os personagens característicos da época, o comportamento e o modo de vida das pessoas no final da década de 70. Na música brasileira, também tivemos nossos artistas do estilo, representados principalmente pelas Frenéticas e Lady Zu.
Hoje poucas casas noturnas tocam esse estilo, com exceção de eventos temáticos e sempre em festas de casamentos onde o DJ aproveita que quase todos convidados estão bebâdos e estes se jogam na pista.
Esse é o set list sem ordem cronológica ou sub-estilo;
01 - Blondie - Heart Of Glass
02 - Tina Charles - I Love To Love
03 - Funky Town - Lipps Inc
04 - Boney M - Daddy Cool
05 - Bee Gees - You Should Be Dancing
06 - Abba Dancing Queen
07 - KC And The Sunshine Band - I'm Your Boogie Man
08 - Tina Charles - Dance Little Lady Dance
09 - Robots 2005 - End sequence -  Get Up Off Of That Thing


sábado, 8 de março de 2014

The Reckless Club


Lembram do filme de John Hughes cultuado dos anos 80: The Breakfast Club? Aqui ficou conhecido como Clube dos Cinco...um roteiro simples e bacana: em virtude de terem cometido pequenos delitos, cinco adolescentes são confinados no colégio em um sábado, com a tarefa de escrever uma redação de mil palavras sobre o que pensam de si mesmos. Apesar de serem pessoas completamente diferentes, enquanto o dia transcorre eles passam a aceitar uns aos outros, fazem várias confissões e tornam-se amigos.
Pois bem, o artista brasileiro Butcher Billy reinventa o elenco de The Breakfast Club com estrelas do rock dos anos 80. Emilio Estevez , Anthony Michael Hall , Judd Nelson , Molly Ringwald e Ally Sheedy são substituídos por Morrissey , Ian Curtis , Billy Idol , Joan Jett e Siouxsie Sioux.
Vamos ouvir essa reunião então?
01 - Joan Jett - I Love Rock N' Roll
02 - Joan Jett - The Runaways - Cherry Bomb
03 - Billy Idol - Dancing with myself (special  re-mix)
04 - Joy Division - Disorder
05 - Joy Division - Transmission
06 - Morrissey - Suedehead
07 - Morrissey - Everyday Is Like Sunday
08 - Siouxsie And The Banshees - Arabian Knights
09 - Siouxsie And The Banshees - Red Light (Kitty Lectro Remix)

domingo, 2 de março de 2014

DON´T STOP THE DANCE

Olá, vamos acompanhar uma atualização dançante com remixes interessantes:
01 - The Smiths - Barbarism Begins At Home - Forbidden Disco Remix
02 - New Order - Blue Monday (Lewis Lastella Remix)
03 - New Order and Depeche Mode - Mega Mix
04 - Echo And The Bunnymen - Lips Like Sugar (Remix)
05 - Alphaville - Soundz Like a Melody (Remix)
06 - Kraftwerk - It´s More Fun To Compute (Busy P Remix)
07 - Bryan Ferry - Don't Stop The Dance (Art Remastering)
"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música"
Friedrich Nietzsche

domingo, 9 de fevereiro de 2014

C O V E R S

Covers...há quem goste e há quem deteste...eu particularmente gosto de covers mas de todas que conheço não considero melhor que a original, mas interessante e que vale a pena ouvir e curtir essas versões. Separei algumas (não muitas).
Da Argentina, apresento Voil Tage com Behind The Wheel (Depeche Mode cover)
De Taiwan, The Girl and The Robots com The Perfect Kiss (New Order cover )
Do Rio de Janeiro, Violators com Precious (Depeche Mode cover)
Nerd Revolt - Photographic (Depeche Mode cover) (Não consegui descobrir o pais origem)
De Los Angeles - USA - The Airborne Toxic Event - Goodbye Horses ( Q Lazzarus cover)
Da Bélgica, Poesie Noire - Uncertain Smile (The-The cover)
e finalizando com os ingleses Soft Cell - Where Did Our Love Go (Supremes cover)
Underground Podcast, boa música sempre!

domingo, 26 de janeiro de 2014

SÉRIES TEMAS

 

Nessa atualização, separei alguns temas de séries diversas...começando com True Detective, exibida atualmente na HBO, a música da banda The Handsome Family - Far From Any Road, o vocal lembra uma mistura de Nick Cave com Johnny Cash...muito boa. 
A segunda com a fraca série The OC, mas tinha uma boa trilha sonora e escolhi o som da banda South - Paint The Silence.
A terceira com a aclamada Smallville com a banda Remy Zero - Save Me, gosto desse som.
A quarta com Doctor Who, na versão que estourou nas pistas na época da House Music com a KLF - Doctorin` The Tardis.
A quinta com The Monkees - I'm A Believer, série criada em 1965 pela rede americana NBC para rivalizar com os Beatles.
A sexta com a versão álbum da série Batman de 1966, essa versão foi gravada por muitos...The Jam, The Who, enfim, por vários.
A sétima com a aclamada Miami Vice com o tem criado por Jam Hammer, em 2006 uma versão atualizada para o cinema não agradou a muitos.
A oitava e última The X-Files, a série mais enigmática que rendeu muitos episódios.
É isso ai, muitas séries ficaram de fora, quem sabe outra oportunidade?

sábado, 11 de janeiro de 2014

SHOEGAZERS

Shoegazer, um estilo de Rock que surgiu ao sul da Inglaterra no fim dos anos 80. Diz-se que "Isn't it Anything" de My Bloody Valentine, lançada em 1988 tenha definido o som, embora isso seja cada vez mais disputado pelos artistas associados ao gênero que alegam uma identificação mais próxima com as bandas de ritmo mais hipnótico. O estilo shoegazer surgiu da postura de palco dos shoegazers, que durante os shows ficavam em seu mundo particular, pouco se importando com a performance de um show ou mesmo qualquer contato com o público. A performance tímida chegava ao ponto dos músicos ficarem o tempo todo olhando para baixo sem encarar o público (ou "olhando para os sapatos e pedaleiras" e daí shoegazer). Se limitando a sonoridade, o My Bloody Valentine (e numerosas bandas que se seguiram) era marcada pela distorção, guitarras barulhentas e poderosas onde a instrumentação harmônica torna difícil distinguir cada instrumento, formando um caos sonoro temperado por vocais etéreos e contidos criando um contraste entre melodias delicadas e o vigor e peso das distorções e efeitos.
Acompanhe um pouquinho disso tudo agora. 
Underground podcast, boa música sempre...(de quem gosta, claro).

01 - The House of Love - Christine
02 - The Jesus And Mary Chain - Just Like Honey
03 - Pale Saints - Sight Of You
04 - The Sundays - Here's Where The Story Ends
05 - Slowdive - Machine Gun
06 - My Bloody Valentine - Sometimes
07 - The Verve - Bitter Sweet Symphony


quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

E S Q U E C I D O S

Começando esse ano, trago do fundo do baú, bandas nacionais que foram esquecidas no espaço tempo sonoro...algumas com hits que marcaram uma época (meados dos anos 80) num misto New Wave e Pós-Punk, com excessão da Violeta de Outuno que tinha (e ainda tem) uma pegada mais progressiva...muitos surgiram naquela época, mas destaco essas 7 bandas como homenagem, ok? 
"A vida é como uma sala de espectáculos; entra-se, vê-se e sai-se."
Pitágoras
01 - Gang 90 e as Absurdettes - Telefone
02 - Metrô - Sândalo de Dândi 
03 - Azul 29 - Video - Game
04 - Eletrodomésticos - Choveu No Meu Chip
05 - Violeta de Outono - Outono
06 - Cabine C - Fósforos de Oxford
07 - Jardim do Silêncio - Filetes